28/10/2016

Soul Rebel - Reviravolta | Kimberly Mascarenhas | Resenha

Olá, meus amoreeeeeees!
Saudade "docês", uai!

Andei sumida porque estava com preguiça de fazer tudo e/ou qualquer coisa e também porque eu estava sendo uma das internas de Meredith Grey e acabei vivendo somente no Grey's Anatomy. (risos)
I'm sorry!  :)


Sabe aquelas histórias que nos fazem puxar cabelos, às vezes xingar, torcer por algum personagem e ler um livro de 400 paginas em 2 dias?
Então, seja bem vindo a Soul Rebel! 

Então chega de conversa fiada e bora para o que interessa.




Obra: Soul Rebel - Reviravolta
Autor: Kimberly Mascarenhas
Páginas: 399
Editora: Leya
Edição: 2016


Sinopse:
Reviravolta é o primeiro volume da série "Soul Rebel", grande fenômeno da internet. Cassidy, a protagonista desta história, é uma jovem tímida, mas muito forte e decidida. A certa altura, depois de alguns acontecimentos inesperados em sua vida, Caissy conhecerá Mason, um cara lindo e sexy, mas com fama de perigoso. E uma atração inevitável entre eles vira o combustível de uma paixão conturbada. Cheia de dúvidas e conflitos internos, ela decide se entregar à paixão e correr todos os riscos, sem saber que se relacionar com ele talvez signifique colocar a própria vida em jogo. Com muita emoção, desejo e ação, Reviravolta conquista o leitor de imediato e o deixa contando as horas para ler toda a trilogia.


Resumo da história

(sem spoillers)
A história começa com Cassidy, uma garota de 17 anos e sua melhor - e única - amiga Claire em uma boate de Atlanta em uma de  suas escapadas do Colégio Católico na qual eram internas.
Para Caissy, Claire é sua família, é amiga e de confiança. Por estarem juntas há tanto tempo no Colégio às vezes precisam de uma pausa dos estudos e das regras para terem um pouco de "vida normal"; assim, estrategicamente elas fugiam para baladas e voltavam sorrateiramente para seus quartos exaustas e satisfeitas.
Na última festinha Caissy (para os íntimos) deu um passa-fora nada convencional em um dos garotos mais cobiçado, lindo e amável das mulheres de Atlanta - mesmo sua fama não sendo muito boa-  o que causou uma fuga engraçada e um tremendo cansaço nas garotas.


"Não fiz nada de errado. Nem que ele fosse o cara mais perigoso do mundo, não faria diferença.
Não deixo ninguém me tratar daquela forma!"


Mas na volta ao Colégio Caissy teve um momento desagradável e inesperado. Muitas coisas mudam a partir daí e Caissy por ser menor de idade, se vê obrigada a ir passar "um tempo" com uma amiga próxima de sua mãe que até então nunca tinha ouvido falar.
Passar este tempo com uma desconhecida será agradável ou suportável para Caissy?
A casa de Deborah - amiga da mãe de Caissy - era enorme! Uma casa deslumbrante e confortável e seguranças já esperavam por Deborah e Caissy no jardim.
Mas o tour pela casa não foi muito bom quando chegou no último quarto. O quarto do Mason, filho da Deborah.
Caissy desejou não estar ali e nem naquele momento...
Adivinhem quem era o Mason?
Uhun. Isso mesmo (risos).
Mas se você ainda não sabe quem é, não irei contar para não ser spoiller  (sim, sou dessas).
Sensações se misturam no interior de Caissy.
Ver um homem bonito e sexy lhe causou calor e sensações desconhecidas mas ao saber quem era, foi como jogar um balde de gelo em si.
Ao ser humilhada pelo bonitão Caissy decidiu que fugir era a melhor escolha (idiota).
Saiu sem rumo e sem destino pelas ruas desertas debaixo de uma tempestade que logo quando a viu resolveu cair.
O desconforto apenas começou!
Caissy se vê em apuros e quando não lhe restava mais chances para sobreviver Mason aparece e salva a garota. (parece clichê,  mas juro que não foi. Achei até que algo ruim realmente aconteceria com ela :/ )
Mason até poderia ser "o super-herói" mas a garota se lembra do que sua amiga Claire disse: que ele tinha fama de ser vingativo; e ainda mais depois da noite anterior na boate... será que ela foi salva para poder ser o alvo total dele?
Tudo fica escuro e...
...desaparece.
Caissy acorda em um hospital mas logo é incomodada por um policial fazendo investigações sobre o ocorrido e Mason encarando-a a deixa desconcertado.
Caissy se sente intimidada por aquele olhar frio e precisa ocultar algumas informações para se ver livre do policial e não piorar as coisas com Mason.
Agora Caissy sente que tem uma grande dívida com Mason por ter a  salvado do ocorrido e não sabia como recompensá-lo.
Será pagável?
As coisas realmente começam a mudar.
Caissy se sente confusa... atraída mas ao mesmo tempo tem repulsa. Quer experimentar esse sentimento diferente mas tem medo. Gosta do jeito único de Mason mas odeia suas atitudes.
O calor de seu corpo mostra o quanto ela o deseja mas as lembranças esfriam suas opções.
Um novo lance acontece. Um teste. Uma primeira experiência. Um novo modo de pensar.
Mas o quanto o desejo, a vontade e a atração podem suportar o desconhecido, rígido e cruel Mason?
Enquanto que com Mason não dava certo, Caissy se contentava com os novos amigos que acabara de conhecer através dos negócios de Mason.


"Sempre escutei que não devia experimentar nenhum tipo de droga, pois o vício pode surgir na primeira vez em que temos contato. Entretanto, eu estava ignorando isso e experimentado Mason. "


Havia segredos naquela casa... será algo aceitável, leve, compreensível ou é algo assustador, inadequado e vergonhoso?
Segredos são revelados e o que antes estava confuso pode ter certeza que ficou pior!
Caissy simplesmente se sentiu mais atraída pelo perigo e vive entre segredos, desejos, mágoas, decepções, vontades e dúvidas.
Apesar do enorme segredo que punha toda a sua existência - e a dele - em risco, Caissy sentia-se forte o suficiente para estar ao lado de Mason e tentar enfrentar os problemas que poderiam aparecer.
Passou a participar da vida corrida de Mason e imprevistos começaram a acontecer.
Nem tudo era flores entre Caissy e Mason. Ele era um homem de temperamento forte e quando se via preocupado era grosso e ignorante; Caissy já era muito nova e inexperiente no amor mas era intensa em qualquer sentimento que tinha.
Eu não posso contar muita coisa para vocês... Mas o que posso dizer é que acontecem MUITAS coisas! Coisas boas e coisas ruins... ruins e péssimas! 
O passado de Mason insiste em ser o presente, no presente sempre tem lembranças do passado. Os segredos não acabam e o medo se torna constante.
Caissy faz uma descoberta quando se vê sozinha e insegura e isso acaba a deixando confusa e sem reação.
A vida traz reviravoltas!
Uma hora com Caissy e outras com Mason.
Quando está tudo se ajeitando entre eles algo inesperado acontece e põe tudo na estaca zero novamente.
(Algum palpite, caro leitor?)
Mas será o amor forte o suficiente para suportar todas as perdas e dúvidas neste relacionamento?
Eles saberão lidar com as perdas causadas pela interferência do passado?
Fica aí a dúvida.
Vamos aguardar ansiosamente pela continuação!


Observações e críticas

Capa
Chamativa!
Com uma imagem de um casal se beijando em tons de preto e branco a capa traz o título em letras grandes na cor pink, bem destacado. O nome da autora aparece nitidamente na cor branca na parte de cima da imagem.
A lombada também é linda!
Uma escrita preta em um fundo pink.
Ficará destacada no meio dos meus outros bebês na estante. (risos)


Diagramação
Não poderia ter sido melhor!
O romance foi separado em duas partes: uma em que somente Caissy narra e a parte 2 que é a que Mason também participa das narrações.
Houve também uma separação total de 13 capítulos; o que deixou a história mais organizada.
A fonte usada é simples e de bom tamanho.
Os parágrafos foram bem organizados; dando uma aparência impecável para o livro.


Gramática e revisão
A história é contada em primeira pessoa pela protagonista Caissidy e por Mason.
Erros de concordância, regência, colocação ou de grafia, se tiveram eu não percebi.
A autora usou a linguagem informal. Moderna. Jovial.
Isto fez a história ser tão real quanto eu!


Enredo
Por ser um romance de estréia posso dizer que a autora sabia muito bem o que estava escrevendo.
Tudo foi tão real, tão cheio de detalhes que eu poderia sentir as emoções dos personagens, os cheiros citados, ver as roupas que usavam e até mesmo sentir o coração disparar quando algo ia acontecer. (risos)
Kimberly foi ousada quando criou problemas para os personagens e delicada quando se tratava de demonstrar sentimentos. Isso fez com que tudo se tornasse real e não um conto de fadas onde tudo são flores!
Posso dizer que fiquei satisfeita com o enredo e que ultrapassou minhas expectativas.


Personagens
Kimberly soube criar seus filhos! (risos)
As personalidades diferentes do casal protagonista e das pessoas ao redor são tão diferentes, tão opostas que fiquei até preocupada com o que vinha pela frente.
Caissy é uma menina doce, alegre, meio doidinha mas eu até entendo. Ela é uma garota sensível em relação aos seus sentimentos e inexperiente.
Já Mason, é o oposto. Mais maduro, experiente em tudo, galanteador, safado, vingativo, agressivo, do estupinho curto, ignorante, grosso... mas eu o conheço um pouco melhor e posso dizer que ele é cara sofrido, meio frio quando está preocupado, bom de cama (isso conforme o que Caissy me conta) e ele é o cara perfeito!
A autora criou personagens fortes, decididos e inesquecíveis.

Agradecimentos

Kimberly,
Obrigada pela oportunidade maravilhosa de me deixar conhecer Mason e Caissy. Vocês são extraordinários!
Fico feliz por fazer parte da turma de seus leitores e espero sinceramente que um dia eu possa lhe conhecer pessoalmente.
Obrigada pelo carinho, atenção e confiança.
Sucessos, sempre!




Se você gostou desta resenha e/ou já leu "Soul Rebel " deixe seu comentário!
Vou adorar ler o que você pensa a respeito ;)




Beijocas da Dri
💋